16 outubro 2014

Fluorescent Adolescent: 15 Anos, 11 Meses e 100 Sentidos

Existe uma grande e catastrófica diferença entre a Isabella da sétima série e a Isabella do primeiro ano do ensino médio. 

Se você está pela fase da sétima série, eu começo essa carta dizendo que sinto muito. Sinto muito se o ensino fundamental parece inútil e sinto muito se ele tá passando muito devagar. Ou muito rápido. Sinto muito se você já teve mais de dez fases diferentes só nesse último ano.
Eu sinto muito por tudo isso por já ter sido isso.




Quando tu tá na sétima, sexta, oitava série... Ninguém espera nada de ti. Só o que querem é que tu chegue no ensino médio. Tua única função é fazer parte de uma fase que parece só te preparar para uma outra que dá ilusão de estar distante pra caramba.
Isso me fez um efeito colateral tão esquisito que só fui entender dois anos depois.
Se formos colocar numa maneira geral, é a pré adolescência. Ninguém espera que tu mude o mundo. Ninguém acha que você vai ser a mais legal da festa, ninguém acha que você pode ter um futuro brilhante e ninguém acha que você pode ser o fator x.
Então sim, admito:o fundamental era mais sem esperança do que o ensino médio. 
Nesse ritmo foi quase impossível encontrar a mim mesma. Foi a fase de ser uma pessoa por dia.
Mas aí eu fiz 15 anos.




No ensino médio, eles esperam de ti. Eles querem que tu passe em primeiro lugar na federal, que tu ganhe bolsa na particular. Eles querem que tu seja aquele que participa e, no momento que tu participa da "bolha de preparação pro vestibular", tu vira alguém. E essa história de virar alguém te faz sentir... alguém. 
Mas tu tem 16 anos e não é de livro de biologia que tu vive. É de biologia prática e ao extremo que tu deve te alimentar.
O tempo vai passando numa velocidade assustadora e tu te preocupa com o pensamento "mas eaí, eu to construindo as histórias que vão, um dia, resumir a minha adolescência? O que vou contar pros meus filhos? O que vai ser de tudo isso"
E essa nóia se transforma numa obrigação de ser a que faz parte da festa, a que faz a festa, a que é a festa. Mas é nessa festa que tu descobre quem tu é, resolvendo todo o problema que tu criou há dois anos atrás. É indo a mil e uma dessas festas realmente similares que tu descobre que o que tá fazendo a diferença em cada uma delas é o que tu tá fazendo contigo mesma.
Então não interessa se tu tá passando a manhã numa sala de aula do ensino médio e a noite sendo carregada pra casa. Não interessa se tu foi a estraga prazeres, a certinha, a atirada. Interessa que tu sabe que é aquilo o que tu realmente é. Pelo menos por enquanto, pelo menos por agora. Pelo menos enquanto estamos construindo as histórias da nossa adolescência. 




Só não perde teu tempo. Ser outra pessoa é perda tempo quando só se está fazendo isso para segurar quem tu realmente é dentro de ti.

Então com licença, adolescentes em progresso.

Sempre,
A Tulista do ensino médio
Não da sétima série.

13 outubro 2014

As Fotos Do meu Trash The Dress

Em 33 dias, eu faço 16 anos.

Sabe o que isso quer dizer? Nada.
Ah, to zoando. Quer dizer que vai ser divertido e eu vou ficar animadona como todos os anos. Mas também quer dizer que faz um ano da minha festa de 15. E quer dizer que eu demorei um tempão pra fazer as minhas fotos com o meu vestido. Mas ok, eu fiz. E o resultado ficou tão tão tão minha cara. E óbvio que eu ia compartilhar algumas das milhares de fotos aqui com as tulistas <3




































As fotos foram feitas pelo Renan Brackman, do Jorge Scherer Fotógrafos <3

Que venha os 16!!!

Sempre,
A Tulista

As 6 Músicas Que Eu Tenho Escutado Todos Os Dias

1. Everlong, Foo Fighters
Ai ai a letra dessa música <3




2. Oh Darling, The Beatles




3. How Long Will I Love You




4. I'm Not The Only One, Sam Smith





5. My Hero, Foo Fighters



6. A Droga Que Eu Gosto, Cacife Clandestino




Sempre,
A Tulista

01 outubro 2014

O Guia Da Anfitriã De House Party Perfeita

HOUSE PARTY <3

Não é segredo que eu curto uma festinha ou outra, nem que eu amo passar um bom tempo com os meus amigos. But, acima de tudo, eu não sou fã de balada. Uma vez ou outra ok. Mas não curto lugar lotado, gente que tu nem conhece dançando contigo e etc e tal. Enfim, não consigo me divertir nesse tipo de lugar. Ainda bem que existem as house parties!

House party, pra quem nunca viu um filme clichê americano, é uma festa dada em casa mesmo, com a sua galera, alguns games, alguns lanches, e, normalmente, alguns álcoois. Enfim, é a típica festa que se acontece na sua casa, você vai ter muitos copos de plástico para juntar depois. Mas é a minha festa preferida porque dá pra ser você mesma, conversar com a galera e se divertir demóóóóis. 
Mas... e quando é a sua vez de organizar uma HP? Como faz?
Então te junta aí com a tua melhor amiga, porque fazer em dupla é muito melhor, e te liga nas minhas dicas.



Quem convidar:

SEMPRE: QUALIDADE, NÃO QUANTIDADE!

Óbvio que isso é super com você, mas primeiro pense: qual o tamanho da festa? Se a sua casa já não tem muito espaço, tenha cuidado. Se você estiver afim de algo mais particular, só pro seus amigos mesmo, faça isso então? Convide a galera mais próxima mesmo, eu sou fã de festim com até mesmo menos de 15 pessoas!
Já se a ideia é que a festa seja maior mesmo, primeiro coloque na lista aquele pessoal mais amigo mesmo, e depois vá colocando os amigos dos amigos, a namorada do primo, o menino da outra sala,...

O que beber:

Pronto, agora posso ser presa! Mas né, ingênua não sou.
Se o povo tá afim de uma bebida mesmo, vale pedir uma contribuição em dinheiro de cada um e fazer a compra de bebidas. Mas: você não quer deixar ninguém fazer feio. Então, se tiver bebida, compre algumas comidinhas pra forrar o estômago da galera. E coisas para a mistura com o álcool também são bem vindas, não vai deixar a galera sair virando vodka e dar a loka.

Se a sua galera não é de beber bebida alcoólica, compre alguns refrigerantes e vale até pesquisar na internet alguns drinks álcool free! Até porque o gosto pode ser super bom e é mais divertido tomar do que refrigerante! Entrei tanto no clima que até escolhi umas receitinhas para compartilhar aqui, e quem for mais do álcool é só adicionar o que quiser aos drinks!

Soda Italiana:


Essa é a mais fácil e antiga de todas: é só misturar água com gás e xarope de frutas, aqueles de groselha e afins! 

Raspadinha de abacaxi:

2 abacaxis picados
1 lata de leite condensado
gelo

Pra fazer esse drinks, bata no liquidificador o abacaxi picado e a lata de leite condensado. Quando a mistura já estiver em creme, bata a mesma junto com gelo. Ready!

Coquetel de frutas:


Receita para 5 copos altos:
300 mls de suco de uva concentrado
300 mls de suco de abacaxi
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
100 mls de xarope de groselha
10 uvas niágara
500 mls de água
gelo

Quando conseguir todos esses ingredientes, é simples: só bater no liquidificador e servir! Sempre bata o gelo apenas no final, para que ele não deixe o drink aguado demais.




A música

A melhor parte de fazer a HP apenas com a galera mais da tua parceria mesmo, é que a probabilidade de vocês terem o gosto musical parecido é muito grande. Nas junções que faço com os meus amigos mais "ok, somos muito parecidos", o que não falta é rap. Muito Cacife e muito Mac. Mas enfim, misturar é sempre muito bom, então fiz uma listinha que cairia bem para uma festinha em casa:

- All About That Bass, Meghan Trainor
- Best Of You, Foo Fighters
- Little Talks, Of Monsters And Men
- Ridin, Chamillionaire,  feat Krayzie Bone
- In Da Club, 50 Cent
- Californication, Red Hot Chili Peppers
- Treasure, Bruno Mars
- Buttons, The Pussycat Dolls feat Snopp Dogg
- Rude, Magic!
- Amnesia, 5 Seconds Of Summer,
- Shake It Off, Taylor Swift
- Really Don't Care, Demi Lovato feat. Cher Lloyd

Veja de onde vai sair o som e pronto!


O look

Pó falar pras amiga que a primeira inimiga que aparecer de salto tá errada. A festa é em casa gente. Tem que se arrumar bonitinha sim, pode colocar make sim, mas o salto: PLEASE, DO NOT!
O legal da house party é que tá autorizado ir de saia, de calça, de short, de vestidinho,... É só saber equilibrar o look. O que eu quase sempre faço nessas ocasiões é vestir shorts com meia calça. Aí dependendo o humor vai bota ou tênis de cano alto. Uma blusa bacana ou camisa e muitos muitos muitos acessórios. 
E ah, aproveite pra fazer aquele olho preto esfumado que você curte tanto ;)


E decorar a casa, pode?

Se a festa for do tamanho de tipo, 20 pessoas pra mais, sim, rola uma decoraçãozinha. Você pode deixar todas as luzes apagadas com apenas velas acessas, pode fazer o tema com festa americana (red cup e etc), halloween - com abóboras e coisas assustadoras -, ou simplesmente decorar a casa um pouco, sem tema. 
Sempre deixe o ambiente mais escuro do que o normal, pra não ficar aquela coisa de "estamos na casa de fulana e só".




Peça a ajuda das amigas

Eu curto fazer tudo com as minhas amigas, e assim fica mais fácil. Peça para que elas te ajudem a organizar tudo e ainda para dormirem em sua casa, para ajudarem na parte de limpeza geral do lugar.

Agora é só aproveitar. Deixa a neura pra lá: o chão tá sujo e acabou o gelo? Acontece. Tente curtir com os amigos sem bancar a chata. Claro que rola aquela responsabilidade de ser a dona da casa, mas não esquece que é uma festa!


Sempre ótima influência,
A Tulista



27 setembro 2014

Como Usar: Saia Trompete

Minha mãe tá fazendo uma revolução meu guarda roupa.

Acontece que meu armário tem uns quinhentos metros e em quinhentos meros cabem MUITAS coisas. Lá se esconde de carro de barbie à jaquetas de couro. De livros escolares à bichinhos de pelúcia. De A à Z.
Agora que a super mão fez sua limpa feat. organização contra a minha vontade, eu tenho de admitir que tá tudo bem bonitinho. Deu até pra ver direito coisas que eu nem lembrava ter. Por exemplo: roupas. Por exemplo: saias. E aí o ponto que estou tentando chegar: eu tenho muuuuita saia.
Eu não sei da onde surgiu tudo aquilo, só sei que ontem eu fiquei meio pasma observando isso nos cabides. E a coisa fica mais doentia ainda quando eu percebo que toda vez que faço compras, escolho uma nova saia, sendo que nem cheguei a usar metade das que eu já tenho. Tenho que parar com isso.




Mas enfim. Esses dias comprei uma saia trompete rosa fluorescente linda de morrer, mas ainda não usei, porque não fazia ideia de como usar esse modelo. E, claro, agora fiz minha pesquisa.

A saia ganha o nome de "trompete" quando é daquele corte onde o comprimento é justo e a barra fica rodadinha, ou seja, tem o efeito de um trompete. Como se fosse uma saia lápis feat peplum. É linda, elegante e pode deixar o corpo lindíssimo. Esse modelo tá mais do que em alta, é a queridinha das celebs e pretende ficar na área em coleções de 2015.

Os cuidados: 
- Por causa do babado da saia, ela não fica legal quando combinada com uma blusa que também tenha babados.
- Quem é baixinha deveria optar mais pelas curtinhas e na combinação de uma sapatilha, pois mostra o peito do pé, ou, melhor ainda, um bom salto alto. Isso vai esticar a silhueta e mostrar elegância.
- Quem têm a parte do quadril maior do que a cintura e os ombros, fica melhor com os modelos onde a camada de babado não é acentuada.

Se você está se arrumando para um evento que não é tão arrumadinho, tipo um jantar com os amigos ou uma house party, o que pode ficar bem legal com a saia é uma camiseta mais larguinha com a parte da frente para dentro da cintura da saia. Acrescente algumas pulseiras e prontinho. Eu não sou muito fã do uso da saia trompete com camisa, mas quando for usar, ou coloque para dentro da saia ou cuide para que o comprimento da mesma não tape a parte de babados da saia.






Onde comprar:
- C&A
- Renner
- Zara
- Riachuelo


Sempre,
A Tulista


Playlist FDS

Essa playlist é de música do estilo "pessoa eclética". 

Porque esse final de semana tá uma delícia e isso já é motivo pra ouvir música boa boa boa. E precisa de motivo?

All About That Bass, Megan Trainor




Magik 2.0, Beck G feat Austin Mahone




Feel Good Inc, Gorillaz




In Da Club, 50 Cent




Slow and Steady, Of Monsters And Men




When I'm With You, Best Coast




I Don't Know How To Love, The Drums




Junk Of The Heart, The Kooks




Bom final de semana <3

Sempre procurando a positividade,
A Tulista